Você já ouviu falar sobre SEO? Caso não saiba o que é, talvez seja esse o motivo do seu site receber poucas visitas. Aqui falaremos sobre 10 regras para escrever uma redação para SEO, com técnicas específicas que irão melhorar os seus resultados. Aliás, tudo depende da prática.

Até pode ser interessante contratar um especialista para escrever sobre determinado assunto, mas possivelmente ele não entenderá de SEO. Dessa maneira, é importante utilizar as técnicas adequadas, para que os resultados nas buscas se tornem cada vez melhores.

Escrever uma redação para SEO exige conhecimento sobre as técnicas que ajudam no posicionamento do texto. Além é claro de uma boa pesquisa referente ao conteúdo que será desenvolvido, para evitar erros e entregar o melhor produto possível aos leitores.

O que é SEO?

O Google e os outros buscadores utilizam diversas ferramentas para entregarem os melhores resultados aos usuários. Ou você acha que o conteúdo é entregue de qualquer maneira? Aliás, o grande objetivo é satisfazer rapidamente os “clientes”, que são os usuários da internet procurando por algo.

Tudo isso leva em consideração o Search Engine Optimization, conhecido por SEO. Além dele, existe o SEO local, que é considerado nos momentos em que as pessoas adicionam algum termo regional em sua busca, como:

  • “Restaurante em São Paulo”;
  • “Venda de tênis em Campinas”;
  • “Ponto comercial para alugar no Morumbi”.

O SEO deve ser bem trabalhado e leva em consideração a velocidade do site onde está o conteúdo, o layout e os textos publicados. Dessa maneira, é importante entender de conceitos básicos ligados ao SEO, para ter os melhores resultados e ocupar as primeiras posições.

Como escrever uma redação para SEO?

Quando a missão é escrever uma redação para SEO é preciso pensar na qualidade do conteúdo, para o leitor e para os buscadores. Por isso, é preciso investir nas palavras de transições, evitar termos técnicos (a não ser que seja necessário) e fazer um texto completo, que atenda o que é buscado.

A redação perfeita é aquela que soluciona todas as dúvidas do leitor. Portanto, se o seu texto é sobre “Quem tem direito ao Bolsa Família”, é preciso citar todas as pessoas que podem ter acesso ao benefício. Informações extras são bacanas, mas não podem saturar o texto e comprometer a qualidade.

Existem alguns “segredos” que envolvem uma boa redação para SEO, que permitirão ao texto ocupar uma das primeiras posições no Google. Isso depende de pesquisa e de uma boa produção, não é só uma coisa que será responsável pelo sucesso total.

1 – Não copie textos

Textos copiados de blogs ou sites apresentam péssimo desempenho. Acontece que o Google e os outros buscadores veem isso como plágio e então diminuem a relevância do conteúdo.

Por isso, a primeira dica para uma boa redação para SEO consiste em não copiar textos. Então, é melhor contratar um redator ou uma empresa que possa realizar esse serviço, garantindo os melhores resultados.

E quando falamos em não copiar textos, não estamos falando de grandes trechos apenas. Mas, até mesmo de parágrafos ou linhas. É melhor reescrever tudo para evitar esse problema com o plágio.

2 – Definição de palavra-chave

Não adianta nada você escolher uma palavra-chave fácil de ranquear, mas que ninguém busca por ela. Então, é preciso encontrar um equilíbrio nessa balança, entre termos buscados corriqueiramente e fáceis de posicionar bem no Google.

Hoje em dia existem algumas ferramentas que ajudam na escolha das palavras-chave, melhorando os resultados. Além disso, é preciso que ela apareça em pelo menos 25% dos subtítulos presentes no artigo, seja repetida algumas vezes no texto e apareça no título do artigo.

A palavra-chave tem relação com as buscas realizadas nos sites como o Google. Por exemplo, os usuários digitam: “pizzaria em SP”, assim, textos que contenham estas palavras-chave devem ter a preferência do buscador.

3 – Use e abuse dos pontos finais

As redações para SEO devem ter muitos pontos finais. Aliás, é interessante que cada parágrafo tenha no máximo três sentencias. Dessa forma, os assuntos ficarão bem colocados e de fácil entendimento.

Quando um parágrafo fica muito extenso, principalmente com a utilização de vírgulas, o SEO é comprometido. Acontece que os buscadores interpretam como algo que prejudica a leitura e por isso não recomendam este conteúdo.

Por isso, tente quebrar os seus parágrafos, que não devem ser muito extensos. A partir disso, comece a calcular, entre 50 e 60 palavras, esse é um número bom para ser considerado o limite.

4 – Utilize listas

As pessoas gostam de praticidade no momento de lerem sobre algum conteúdo e o Google sabe disso. Por isso, a utilização de listas é algo bem bacana e que poderá ajudar no posicionamento do seu artigo no Google.

A questão da lista vale para aqueles textos que falam sobre receitas, por exemplo, então você deve descrever os ingredientes da seguinte forma:

  • Ovo;
  • Manteiga;
  • Óleo.

E não ovo, manteiga e óleo. A primeira opção é mais fácil de enxergar, principalmente para situações em que as pessoas mal correm os olhos sobre o texto.

Além disso, textos como esse aqui, que falam sobre 10 regras, 10 dicas, 7 opções e por aí vai. As pessoas adoram conteúdo assim, então tente fazer sempre que possível.

5 – Palavras de transição

As palavras de transição não são muito utilizadas em textos jornalísticos. Então, se você der uma verificada em publicações feitas em sites de notícias, é possível que não estejam presentes.

Mas, os buscadores entendem que elas são importantes para dar cadência ao texto e estão muito presentes em conteúdos de blogs. As palavras de transição deixam o texto mais fluido, servindo de conexão para diferentes frases.

Existem plugins que ajudam a avaliar como está a legibilidade dos textos, algo voltado para WordPress. Além disso, a leitura confortável fará com que o usuário permaneça na sua página por mais tempo. Veja alguns exemplos:

Introdução

  1. À primeira vista;
  2. A princípio;
  3. Antecipadamente;
  4. Em primeiro lugar.

Continuação

  1. Ainda mais;
  2. Apesar disso;
  3. Do mesmo modo;
  4. Seja como for.

Tempo

  1. Ao mesmo tempo;
  2. Atualmente;
  3. Imediatamente;
  4. Nesse ínterim;
  5. Posteriormente.
  6. Conclusão
  7. Afinal;
  8. Em síntese;
  9. Logo;
  10. Por fim.

6 – Faça um esqueleto do texto

Uma técnica interessante para a sua redação, principalmente se ela tem um tamanho mínimo necessário é fazer um esqueleto antes de iniciar. Dessa maneira, defina quais serão os subtítulos, em H2 e H3.

É uma oportunidade para perder menos tempo, identificando quais são os assuntos que não podem deixar de ser abordados. Contudo, durante a produção é possível adicionar outros que acabaram sendo esquecidos.

7 – Adicione links externos e internos

Um bom texto para a web conta com links externos, que são aqueles provenientes e outros sites e links internos, do seu próprio site. Por exemplo, quando for citar pesquisas ou estudos científicos, é interessante adicionar a fonte.

Já os links internos ajudam a reforçar o seu conteúdo e dão visibilidade para produções anteriores, que merecem destaque. Dessa forma, sempre que possível utilize os dois tipos.

8 – Seja simples e objetivo

Escrever uma redação para SEO não é tão complicado quando você domina as técnicas. Mas, é preciso nunca deixar de ser simples e objetivo, para entregar aquilo que os leitores esperam. Aliás, isso vai fazer com que as pessoas fiquem mais tempo no seu site.

Então, não adianta encher o texto de termos técnicos, onde somente um especialista no assunto conseguirá entender. Além disso, a leitura deve ser fácil e rápida. Ou seja, a pessoa tem que ler somente uma vez para entender e não ficar repetindo.

Em relação a objetividade, consiste em não fazer rodeios e ir logo ao ponto que o texto se propôs a entregar. Os parênteses, por exemplo, não fazem bem para o texto e podem complicar o SEO.

9 – Avalie o conteúdo de outras páginas

Você precisa avaliar outros conteúdos antes de produzir o seu. Então, é necessário avaliar sobre o que os concorrentes estão escrevendo.

Assim, será possível realizar uma produção melhor do que as já existentes, citando as questões que eles já falam, mas dando ainda mais ênfase para outras questões.

Além disso, a avaliação do conteúdo de outras páginas será interessante para auxiliar a sua produção. Por isso, não deixe de fazer essa busca antes de iniciar a sua produção.

10 – Capriche no título

E por último, a dica que deve ser utilizada para começar um texto voltado para SEO. Assim, logo após definir a palavra-chave, será o momento de pensar em um título chamativo e que ajude a conquistar os leitores.

É o título que determina se a pessoa entrará ou não no seu conteúdo. Aliás, informações indicam que 59% das pessoas não passam do título. Talvez você mesmo já tenha feito isso!

Por isso, é importante investir em um título atrativo, para fazer a diferença.

SEO brilhante é com a Engajatech

Agora que você já conhece 10 regras para escrever uma redação para SEO, saiba que a Engajatech pode ajudar o seu site ocupar as primeiras posições do Google. Mas, isso não vai depender apenas do conteúdo publicado, como também da aplicação de outros conceitos necessários.

O SEO brilhante certamente poderá melhorar a visão que as pessoas possuem do seu negócio. Até porque, os primeiros resultados mostrados pelo Google são considerados os mais seguros e são aqueles que recebem mais acessos. Entre em contato agora mesmo e deixe sua empresa no topo!