O que é phygital e para que serve o conceito?

10/30/2020

Filmes futuristas previram que em 2020 o mundo seria completamente digital, mas ainda não é. O que existe atualmente é uma conexão cada vez maior entre o offline e o online. O que é phygital? É exatamente essa ligação que existe entre os dois universos, permitindo uma experiência diferenciada para os consumidores.

As empresas devem encontrar maneiras de engajar o público nos mais diversos canais. Assim, é possível que a marca apareça com evidência em diferentes plataformas, seja por meio das redes sociais ou no mundo físico. É uma conexão que precisa ser trabalhada e que exige criatividade das mentes pensantes por trás de cada ação.

Phygital é algo que vem ganhando espaço desde os primeiros anos do novo milênio, proporciona uma interação maior entre as marcas e os consumidores, com o objetivo de conquistar os clientes. Você sabe o que é phygital? Se ainda não conhece este conceito então está no lugar certo, aqui vamos explicar tudo sobre ele.

VEJA TAMBÉM: Como iniciar no marketing digital

O que é phygital?

Phygital é um termo que vem da contração de "physical", que em inglês significa físico, com "digital". Representa a conexão que existe entre os dois mundos que vivemos: o digital e o físico. Desse modo, phygital é quando existe uma conexão entre os dois conceitos, gerando engajamento para uma campanha e proporcionando uma nova experiência.

A tecnologia tem mudado a forma de comunicação entre as pessoas e entre pessoas e empresas. A cultura digital proporcionou novas demandas que permitem o mundo mudar rapidamente, é uma transformação que está em evidência e que causa ruptura nos modelos conhecidos. Alguns pensavam que em 2020 o mundo já seria totalmente digital.

Desde o começo do século 21 e vindo da década de 1990, a mobilidade apresenta cada vez mais vantagens para a vida humana. É possível comunicar-se com os amigos, marcar reuniões e encontrar uma rota com menos trânsito, tudo na palma da mão. Então, basta ter um celular com acesso à internet e pronto, você está conectado!

Phygital vai além da conexão por meio de smartphones, sendo que os celulares consistem apenas em um dos caminhos para este termo. Em suma, os objetos que carregam a tecnologia IoT (internet das coisas) e locais com inteligência ambiental (AmI) são vertentes desse conceito. A ideia é entregar uma experiência rica aos usuários.

Para que serve o conceito phygital?

Alguns dizem que phygital é o futuro e o presente da publicidade. Então, é essencial que as agências de comunicação tenham domínio sobre o conceito, com o objetivo de promover boas estratégias aos seus clientes. Caso contrário, podem perder espaço rapidamente. A integração entre os meios online e offline é cada vez mais importante.

O conceito serve para esta conexão, por exemplo, existem empresas gigantes que vendem tanto produtos virtuais quanto físicos, como é o caso da Amazon. Por meio de sua plataforma é possível comprar livros online ou impressos, é o cliente que decide qual é o seu modelo preferido. Portanto, uma das tendências é dar a liberdade de escolha aos consumidores.

O phygital vem proporcionando novos tipos de abordagens, levando parte das ações para o meio comunicacional. É algo que busca a intensidade em cada atividade desenvolvida. Por exemplo, tempos atrás fazer uma anúncio em uma revista era o suficiente, agora é preciso pensar o mesmo conteúdo para as redes sociais, ligando as duas coisas com um QR Code.

É necessário entender bem como é que funcionam as ações físicas de marketing, que já não possuem o mesmo efeito de outras épocas. Aliás, é possível inserir a tecnologia neste cenário, com a inserção de componentes tecnológicos para permitir uma conexão com o cliente, onde é possível desenvolver óculos de realidade virtual ou aplicar recursos parecidos.

Como engajar públicos diferentes em canais distintos?

Hoje o marketing trabalha com o desenvolvimento de personas, que possuem uma idade, um nome, profissão e outras características. A persona funciona como o cliente perfeito para consumir determinado produto ou serviço. Dessa forma, as empresas podem desenvolver mais de uma persona, com o objetivo de atingir diferentes públicos.

No passado as pessoas eram vistas de uma maneira homogênea, as classificações eram feitas de maneira mais ampla, levando em consideração questões básicas como: formação, classe social e faixa etária. Contudo, é visível que cada vez mais os seres humanos possuem vontades e desejos próprios, mostrando a necessidade de engajá-los de diferentes maneiras.

Por exemplo, uma pessoa acostumada a acordar cedo para ouvir determinado programa de rádio pode também ser "viciada" em redes sociais. Contudo, a abordagem que ela procura no rádio não é a mesma que busca no Facebook ou no Instagram. Por isso, a abordagem deve ser diferente, assim como a forma de interação.

Isso quer dizer que uma marca precisa considerar o phygital, para aparecer bem em diferentes plataformas. O consumidor precisa encontrar a sua marca preferida na internet, mas também no mundo físico. É algo que leva em consideração o conceito de omnichannel, que trata sobre a comunicação em diferentes canais.

O que é phygital? Como aplicar?

As pessoas não estão mais satisfeitas apenas em receber um bom produto, elas querem também que o atendimento seja de qualidade, enriquecendo a experiência. É algo que ganha cada vez mais importância, principalmente devido à concorrência nos diversos setores. Funciona mais ou menos assim: se a sua empresa não faz, o concorrente vai fazer e conquistar o seu cliente.

Pensando nisso, é fundamental que as empresas desenvolvam uma estratégica para identificar qual é o seu verdadeiro público. Desse modo, podem ser desenvolvidas campanhas específicas, para mostrar o valor dos produtos e serviços, agradando aqueles que são os alvos do negócio. Lembrando que é necessário trabalhar em diferentes plataformas, segundo este conceito.

Enfim, o futuro da publicidade consiste em uma união dos dois mundos: o digital e o físico. Eles são cheios de diferenças, mas possuem algumas coisas em comum. Por exemplo, o objetivo em ambos é mostrar como o seu produto pode ser interessante para determinada pessoa, então podem ser elaboradas estratégias em conjunto para chegar ao público-alvo com eficácia.

No conceito phygital o vendedor deixa de ser um empurrador de ofertas e passa a ser um anotador de pedidos. Isso não quer dizer que possuem um papel menor, mas sim passam a ser consultores, resolvendo dúvidas dos clientes, melhorando a experiência. Para isso, é fundamental que estudem bastante e conheçam o que estão vendendo.

Tendência já é explorada no varejo

Phygital é uma técnica que vem sendo explorada no varejo há alguns anos. Por meio do conceito omnichannel, lojas físicas e virtuais estão integradas, com foco na experiência do consumidor. Por exemplo, uma pessoa pode fazer uma compra por meio do site e solicitar que a entrega do produto seja feita na loja física, sem a cobrança de frete.

Essa tendência é vista com clareza quando empresas digitais fazem a aquisição de lojas físicas para ampliar os seus serviços. Assim, fica muito mais fácil unir os dois mundos e conquistar uma parcela do público. Além disso, o conceito pode ser trabalhado com o objetivo de proporcionar uma interação, onde pedidos pela internet interagem com o mundo físico.

E se você já possui uma loja física, mas ainda não conta com um site, ou até possui uma página na web, mas não entrega tudo o que os clientes desejam, precisa mudar essa situação. Cada vez mais as empresas precisam dessa conexão entre o offline e o online, permitindo compras pelo site ou detalhe sobre os produtos, por exemplo.

LEIA MAIS: Como adequar sua empresa a LGPD

Agora você já sabe o que é phygital, mas ainda precisa encontrar uma forma de inserir este conceito no seu negócio. Se quer saber mais sobre o assunto, vá até o fim desta página e clique no botão “QUERO CRESCER”. Faça um pequeno cadastro e nós entraremos em contato!



Aplique nossa metodologia e cresça até 200% por ano. Clique no botão abaixo e entenda como:
Quero crescer