Qual é o futuro do setor imobiliário?

9/8/2021

O mundo está passando por um boom tecnológico, em que de tempos em tempos uma nova e importante tecnologia surge para mudar o mercado. Com isso, segmentos, como o da construção civil, precisam se adaptar para não ficar para trás. Afinal de contas, o futuro do setor imobiliário já está sendo escrito e pautado pelo mundo digital.

O fato é que o avanço tecnológico das últimas duas décadas tem transformado muitos segmentos de mercado e, inclusive, enterrado alguns. Muitos setores que são impactados negativamente acabam nesse “enterro” por se recusarem a evoluir conforme a tecnologia, ficando para trás de novas soluções.

Apesar de ser um mercado muito mais tradicional, o setor imobiliário já não é o mesmo que era há três décadas atrás. Tecnologias mudaram até a mesmo a forma de construção, em alguns casos, e a venda e negociação de imóveis passou a depender, principalmente, da internet - através de sites e redes sociais.

Neste artigo, você irá conhecer um pouco mais sobre como será o futuro do setor imobiliário, frente a transformações tão frequentes. Falaremos sobre tecnologias já existentes hoje em dia mas que ainda não foram tão bem aproveitadas pelo segmento, apesar de poderem transformar, e muito, a dinâmica do mesmo.

Dito isso, pegue logo o seu caderno de anotações ou abra o bloco de notas do celular e venha conferir um pouco mais sobre o assunto.

O futuro do setor imobiliário é digital?

Muito se fala sobre a digitalização do mercado de uma maneira geral, por conta do avanço constante da tecnologia. No entanto, a dúvida que paira sobre a cabeça de muitas pessoas é: quais os segmentos que serão impactados por essa transformação? No entanto, talvez o melhor questionamento seja: quais os segmentos que ainda não foram impactados?

O fato é que não apenas o futuro do setor imobiliário como até mesmo o presente desse segmento já é digital. Basta analisar como eram as negociações para compra e venda de imóveis há três décadas, feita sobretudo através de catálogos e mediante procura por corretoras, e como é hoje, pautada pelos sites.

Hoje em dia, as pessoas que buscam um imóvel não precisam mais se deslocar até uma corretora ou passear pela cidade em busca de uma placa de “vende-se ou aluga-se”. Isso porque é muito mais simples e rápido procurar por um site especializado no assunto, filtrar as pesquisas de acordo com região, e fazer a procura.

A tendência é que não apenas esse processo de procura por imóveis como outros tantos envolvendo o segmento imobiliário passem por transformações digitais. Até mesmo a visita presencial, tida como indispensável nos dias de hoje, corre o risco de ser “substituída” por tours virtuais - assunto sob o qual falaremos mais tarde.

VOCÊ VAI GOSTAR: Como é o comportamento do consumidor imobiliário?

O futuro do setor imobiliário depende dos hábitos do consumidor

Quando paramos para analisar o que dá tão certo em grandes empresas, quase sempre acabamos caindo na palavra “inovação”. Muitas são responsáveis por criar tendências de mercado e desenvolver demandas que antes os consumidores não tinham. No entanto, no fim das contas, todas dependem da aprovação e dos hábitos do consumidor.

O futuro do setor imobiliário sem sombra de dúvidas será pautado por uma série de tecnologias, no entanto, ele continuará dependendo dos hábitos do consumidor. Ou seja, se hoje em dia a grande maioria das pessoas tem o hábito de pesquisar por um imóvel através de sites, quer dizer que essa plataforma tem dado certo.

No entanto, vemos cada vez mais as redes sociais ganhando espaço também nessa questão de anúncio para compra e venda de imóveis. Sendo assim, o que garante, no futuro, a principal ferramenta do segmento para contato inicial com o consumidor não será através das redes sociais?

Tudo irá depender de quais são os hábitos do consumidor, e por isso é extremamente importante que as empresas do segmento entendam o caminho que está sendo tomado. Afinal de contas, antes que algo vire um hábito comum, ele começa a dar sinais de que pode ser muito bem aproveitado.

A comunicação será uma das principais armas do setor imobiliário

Nos últimos anos temos presenciado um crescimento astronômico de empresas e profissionais especializados em marketing digital. Com tantas ferramentas do gênero postas no mercado, em um cenário onde a influência para compras parte do digital, se tornou imprescindível que qualquer empresa tenha um pé nesse ramo.

Sendo assim, é possível afirmar que a comunicação será uma das principais armas do setor imobiliário no futuro. Na verdade, pode-se dizer que essa já é uma realidade e preocupação da grande maioria das empresas do segmento, as quais vêm tentando, cada vez mais, se comunicar com o público através de plataformas digitais.

Sendo assim, vemos cada vez mais empreendimentos do ramo imobiliário marcando presença em diferentes plataformas. Algumas empresas, inclusive, não se limitam apenas aos sites de anúncios de imóveis ou às redes sociais tradicionais, como o Instagram e Facebook, arriscando até mesmo a produção de conteúdo em outras plataformas.

No fim das contas, tudo isso será feito para que empresas do segmento imobiliário se comuniquem melhor com o seu público alvo. Se o público alvo de um determinado empreendimento do ramo estiver massivamente no Tik Tok, por exemplo, é lá que deverão ser feitos conteúdos que atraiam o consumidor. Tudo isso é comunicação.

A importância dos sites de vendas no futuro do setor imobiliário

Por mais que as redes sociais estejam ganhando uma parcela dos anúncios, os sites de compra e venda de imóveis ainda permanecem como uma das principais ferramentas do setor. A praticidade alcançada com essas plataformas é tão grande que se pode afirmar que elas ainda terão importância no futuro do setor imobiliário.

Isso porque é muito mais fácil buscar um imóvel para alugar ou comprar através dessas plataformas. A grande maioria delas permite a simples realização de anúncios com informações cruciais, como metragem quadrada e disponibilidade de cômodos, o que facilita tanto a vida do comprador quanto do vendedor.

No entanto, como praticamente tudo na internet evolui, é difícil acreditar que essas plataformas continuarão sendo da mesma forma no futuro. O fato é que novas tecnologias devem surgir para abranger essa ferramenta do setor imobiliário, tornando-a ainda mais acessível e facilitadora.

A inclusão de meios de pagamentos para compra ou cobrança de aluguel através das próprias plataformas de anúncio é um avanço quase que inevitável. Outro, que já vem sendo implementado em muitos empreendimentos do gênero, é o chamado tour virtual - que promete revolucionar a dinâmica do mercado.

SAIBA MAIS: Estratégias de marketing imobiliário

O tour virtual é o futuro do setor imobiliário

Imagine que você está naquela rotina de trabalho extremamente corrida, sem muito tempo livre durante a semana. Ainda assim, está com a intenção de alugar uma nova casa ou apartamento ou, até mesmo, contratou uma construtora para construir o seu novo imóvel, seja ele residencial ou comercial.

Acontece que em ambos os casos, nem sempre é fácil arrumar tempo para fazer uma visita in loco e ver como estão ou vão ficar as coisas no imóvel. E é justamente aí que entra o tour virtual, que surge com a proposta de fazer uma simulação do espaço construído, da forma em que você possa visitá-lo onde estiver.

Para o caso de espaços já prontos, o tour virtual pode se dar através até mesmo de gravações e fotografias que são transformadas para trazerem mais imersão ao cliente. Assim, ele precisará de um óculos de realidade aumentada, por exemplo, para estar inserido no ambiente - ou fazer o tour através das telas.

Essa é uma ferramenta que promete ser ainda mais importante no futuro do setor imobiliário. Atualmente, ela já é adotada em diversas empresas do segmento, inclusive pôr em construções. Nesses casos, o cliente pode passear por entre o projeto final da casa, através de renders que são adaptados para óculos de realidade virtual.

Como integrar o tour virtual em uma empresa do ramo?

Por parte dos empreendedores, integrar um tour virtual em uma empresa do setor imobiliário é um passo essencial a se dar. No entanto, a dúvida que muitas pessoas têm é como fazer isso, a fim de que seja um diferencial de negócio para o empreendimento e, ao mesmo tempo, rentável.

Corretoras de imóveis que trabalham com anúncios de casas e apartamentos em plataformas podem utilizar o tour virtual nos próprios anúncios. Sendo assim, através de uma câmera 360º, é possível disponibilizar um vídeo nos moldes do próprio Google Maps, já conhecido pela grande maioria das pessoas.

No entanto, empresas do setor imobiliário que trabalham com a construção de fato podem ir um pouco mais além. Para essas, o diferencial começa já na elaboração do projeto, o qual pode ser realizado em softwares que permitem a renderização em 3D, como o SketchUp e Revit, acompanhados de um óculos de realidade virtual.

Sendo assim, o projeto do imóvel pode ser renderizado e adaptado para um óculos de realidade virtual, o qual é emprestado para os consumidores. Assim, no momento de aprovação do projeto, os clientes passeiam pelo meio daquilo que será o seu imóvel no futuro, tendo uma melhor noção de espaço.

VEJA TAMBÉM: Estratégia de Marketing Pessoal para corretor imobiliário

O futuro do setor imobiliário continuará sendo pautado pelas redes sociais

Foi-se o tempo em que as redes sociais eram apenas espaços para entretenimento geral ou conversas entre pessoas. Na verdade, elas se tornaram uma forte ferramenta de trabalho, a ponto de contarem com áreas voltadas exclusivamente para negócios, como é o caso do Market Place e Instagram Shopping.

Sendo assim, pode-se afirmar que o futuro do setor imobiliário continuará sendo pautado pelas redes sociais. Isso se dá justamente pelo fato de que, independentemente da idade, boa parte dos consumidores estão concentrados nessas plataformas e podem ser influenciados por compras através delas.

Para isso, é importante que empresas do setor saibam utilizar as redes sociais para impulsionar os seus negócios. Uma das vantagens é que imóveis já são elementos extremamente visuais, então aproveitar boas imagens de residências já construídas ou renders de projetos pode dar muito certo nas mídias.

Além disso, a produção de conteúdos relacionados ao setor imobiliário e construção civil, como dicas para decoração, por exemplo, é outra maneira de engajar o público e conseguir novos clientes através das redes sociais. Por fim, é essa interação digital que irá ditar o sucesso de negócios tão físicos como o imobiliário.



Aplique nossa metodologia e cresça até 200% por ano. Clique no botão abaixo e entenda como:
Quero crescer