Técnicas para quando perguntam o preço e depois somem

4/4/2021

Você conhece técnicas para quando perguntam o preço de algum item? Quando um cliente lhe pergunta qual é o preço de um produto, isso não é um sinal ruim, desde que ele não suma quando ouvir o valor. Pois, com isso dá para saber que o cliente tem um problema e o seu produto pode ajudá-lo a resolver essa questão.

O preço de um produto é algo semelhante a uma disputa entre o cliente e você. Normalmente quando a empresa está tentando vender, inicialmente apresenta o item, fala todos os benefícios, para só no fim revelar o preço.

No entanto, a maioria dos clientes quer ouvir o preço logo de cara. Contudo, falar o preço antes de apresentar bem o produto pode fazer com que a negociação falhe.

Mas, não responder qual o preço do produto também pode acabar causando irritação no cliente. Logo, é necessário haver um meio termo e algumas técnicas podem ser utilizadas para lidar com o problema. É necessário persuadir o cliente para que ele faça parte desse funil.

Fazer algo assim, exige que possua prática e treino. Então, é fundamental que você se prepare antes de tentar vender o produto ao cliente. Pode treinar por exemplo a sua tática de venda com alguém da sua família ou na frente do espelho. E assim se auto analisar para ver como foi.

Por que seu cliente some?

Existem muitas técnicas para quando perguntam o preço? Sim. Na maior parte das vezes quando o cliente some depois de você dizer o preço é porque as pessoas acabam se questionando se realmente precisa daquele item.

Assim, deixam de lado o seu pensamento consumista e passam a pensar de maneira racional. Então, analisam uma única coisa: o benefício que o item poderia trazer em relação ao preço do mesmo. Para dar um jeito nisso é necessário analisar a lógica de como as pessoas compram.

Basicamente, as pessoas compram baseadas em suas emoções e justificam a compra realizada pela razão. Por exemplo, se você analisar logicamente antes de realizar uma compra, vai deixar de levar vários itens. Porque na maioria das vezes aquilo que se está comprando não é necessário.

Sentimentos como necessidade, fome, desejo e gula levam o consumidor a comprar os produtos. E depois que eles compram passam a procurar justificativas racionais para a compra realizada.

Por isso, quando a primeira coisa que é mostrada ao cliente é o preço, então a chance de ele achar o produto caro é bem mais alta. Desse modo, é necessário antes de revelar o preço utilizar técnicas para despertar o interesse do cliente pelo produto.

Como utilizar a internet e as redes sociais para atrair mais clientes?

Um jeito de convencer o cliente a comprar o seu produto é torná-lo mais interessante para eles. Ou seja, você precisa demonstrar que existe muito valor naquilo que está vendendo. E a internet pode ajudar com isso.

Para isso, deve focar bastante nos benefícios que eles podem trazer para os seus clientes. E as redes sociais podem ser uma ótima ferramenta para isso. Pois, elas são muito úteis para melhorar a imagem da sua empresa, e torná-la mais fácil de ser encontrada.

Por exemplo, você pode utilizar a sua rede social para postar um vídeo onde demonstra estar utilizando o produto, com toda sua qualidade e os benefícios que pode oferecer. Um vídeo bem feito nesse sentido pode atrair muitos clientes.

Estudos apontam que 60% das compras são realizadas antes mesmo do cliente falar com o vendedor. Por isso, para aumentar as suas vendas você precisa encontrar boas formas para divulgar o seu serviço ou produto.

Exemplo de propaganda que evita citar o preço

As clínicas de estética e biomédicas normalmente são empresas que sabem fazer um bom marketing, para contrabalancear os seus preços. Em suas propagandas, em vez de explorar os procedimentos que oferecem, como botox, falam em melhorar a autoestima.

A maior parte dos clientes que vão nesse tipo de clínica estão buscando se sentir mais bonitos. Logo, quando mostram como um procedimento mudou a vida do paciente, aparecem mais clientes querendo o mesmo benefício.

Assim, acabam sendo ignoradas questões como valores gastos, ou erros médicos que por vezes acontecem nesses procedimentos. E os clientes passam a focar somente no resultado, que promete melhorar sua autoestima.

Dificilmente em uma dessas propagandas as empresas falam sobre preços, pois essa é uma estratégia para levar o cliente pela emoção. Depois que você já mexeu com as emoções dele e a pessoa decidiu comprar o procedimento, o preço na maioria dos casos não vai importar.

Logo, o certo é mostrar a solução para o problema enfrentado pela pessoa. Em suma, o objetivo é tornar o preço do procedimento algo menos relevante.

Agregar valor é a melhor forma de justificar o preço

Quando você vai vender um produto precisa deixar bem claro quais são os benefícios que eles vão trazer ao cliente. Porque são parte da justificativa do preço que está sendo cobrado. Afinal, quanto mais benefícios um produto apresenta, mais caro ele é.

Mas, você não precisa parar só nos benefícios na hora de agregar valor. Por exemplo, hoje em dia a pauta ambiental está bastante em alta. Muitas pessoas estão preferindo comprar produtos ambientalmente corretos.

Logo, contar uma história do porque o seu produto é sustentável e que ao comprar ele estará ajudando a diminuir a poluição no mundo, pode ser uma alternativa. Essa é uma das melhores técnicas para quando perguntam o preço.

No entanto, as pessoas não são idiotas, então não adianta inventar uma mentira. É necessário criar uma justificativa que faça algum sentido. Mas, se você estudar o seu produto e analisar bem, sabemos que você consegue achar uma justificativa ambiental nele.

Outro ponto que pode ser abordado quando você está vendendo é a história da sua empresa. Por exemplo, se ela começou com superação, é possível ganhar a simpatia do cliente e ele comprar o produto só por isso.

Mostre uma versão mais cara primeiro

Uma alternativa interessante é testar a reação do cliente mostrando primeiro um produto mais caro. Se ele fizer uma cara que o produto está muito acima do que ele pode pagar, então você oferece uma versão mais barata do mesmo produto.

Essa é uma tática bastante interessante para convencer o cliente que está fazendo um bom negócio. E você ainda não deixa de ser a pessoa que está vendendo para ele.

Demonstre que a versão mais barata do produto já é o suficiente para atender as necessidades que ele possui. Assim, o cliente vai passar a confiar mais em você e vai acabar fechando o negócio.

Mas, o principal para qualquer vendedor é ser simpático, só assim será possível conquistar o cliente. Tente fazer um esforço e até nos momentos ruins ter um sorriso no rosto, para conquistar a clientela, por mais que possa ser difícil.

Aqui na EngajaTech usamos todas estas técnicas para beneficiar nossos clientes. Se você quer ganhar muito mais dinheiro com a venda de produtos, vá até o fim desta página e clique no botão “QUERO CRESCER”. Preencha as informações e nós entraremos em contato!



Aplique nossa metodologia e cresça até 200% por ano. Clique no botão abaixo e entenda como:
Quero crescer