No marketing digital existem alguns conceitos muito falados, como público-alvo e personas. Aliás, você sabe qual é a diferença entre essas duas questões? Elas até são parecidas, mas não são sinônimos. Hoje você vai entender como fazer estudo de personas, para melhorar o alcance e a rentabilidade do seu negócio.

Não adianta nada produzir um conteúdo de primeira se o material não for segmentado e buscando pessoas que possam investir nestes produtos. O marketing digital carrega conceitos do marketing tradicional, aquele que trata sobre investir em anúncios em rádios e jornais, mas focado na internet.

Fazer estudo de personas pode ser o primeiro passo para melhorar a realidade do seu negócio. Conhecer o público-alvo é importante, já que assim dá para segmentar o desenvolvimento de conteúdo, mas não é só isso. De fato, o marketing digital é algo amplo e em constante transformação, conheça agora uma de suas bases.

O que são personas?

Uma persona é a representação do seu cliente ideal, que pode ser desenvolvido após um estudo completo sobre o assunto. Dessa forma, a persona é criada por meio de características demográficas dos seus clientes e características comportamentais. Além disso, pode apresentar o desenvolvimento de histórias pessoais, motivações, desafios e preocupações.

Para um bom desenvolvimento de persona é interessante ter um contato direto com o público-alvo, facilitando a avaliação das características mais comuns entre todos eles. Então, se o seu negócio já possui uma base de clientes ou se o seu site possui um bom número de visitantes, esse é um bom início para descobrir como fazer estudo de personas.

A persona não é classificada apenas por sexo, idade e região onde mora, mas também leva em consideração questões como hábitos de consumo e as preferências pessoais. Por isso, não adianta apenas condensar os números brutos do seu negócio e achar que isso será o suficiente para determinar uma persona com precisão.

Existe diferença entre público-alvo e persona?

Estes são dois termos muito comentados no marketing digital e bastante semelhantes. Mas, é fundamental dizer que um não é sinônimo do outro para para descobrir como fazer estudo de personas.

O público-alvo consiste em uma parcela da população para a qual os seus produtos e serviços são destinados. Enquanto isso, a persona consiste no cliente ideal, sendo uma forma humanizada e personalizada.

Quem olha assim de cara e não conhece muito sobre o assunto até pode pensar que é a mesma coisa. Contudo, é mais interessante destinar uma campanha a uma pessoa em específico do que a um grupo vasto. Por outro lado, é preciso tomar cuidado para não colocar muitas características e deixar a sua estratégia limitada.

  • Exemplo de público-alvo: mulheres casadas entre 40 e 50 anos, que não trabalham fora e pretendem desenvolver em casa itens para vender.
  •   Exemplo de persona: Maria tem 45 anos, é dona de casa e acredita que é necessário reforçar a renda familiar. Ela até trabalha com crochê e fabricação caseira de alimentos, mas quer aprender algo novo. O seu objetivo é estudar e desenvolver práticas diferenciadas.

Percebeu como a persona é algo bem mais específico? Isso ajuda no momento de desenvolver campanhas para internet e conquistar mais vendas.

Fuja de estereótipos ao fazer estudo de personas

A criação de uma persona precisa acontecer com base em estudos e não em estereótipos. Acontece que muitas vezes são desenvolvidas com base em achismos e ideias do passado, o que pode prejudicar esse trabalho que deve ser sério.

Isso pode causar um grande desperdício de recursos, já que as campanhas podem ser desenvolvidas para pessoas que não estão nem aí para o seu negócio. Por isso, é fundamental deixar os achismos de lado.

Como fazer estudo de personas?

Em primeiro lugar, é necessário saber quem é o seu público-alvo e isso começa pela coleta de dados. Assim, é possível até mesmo visitar perfis de consumidores do seu negócio, faça isso com vários deles, para descobrir quais são os gostos, os interesses e as marcas preferidas, entre outros detalhes que podem ser úteis.

Junto disso, é preciso pensar em algumas perguntas e oferecer respostas precisas sobre elas, para que a sua persona possa ser desenvolvida da melhor maneira. Com isso, é necessário responder o seguinte:

  1.     Sexo;
  2.     Faixa etária;
  3.     Formação;
  4.     Profissão;
  5.     Renda;
  6.     Onde mora.

Podem ser acrescentadas outras perguntas que estejam conectadas com o seu negócio. Então, caso a cidade onde o cliente mora não seja importante, pode remover essa questão. Após definir quais são as perguntas mais relevantes, você já terá um formulário pronto e poderá enviá-lo por WhatsApp, e-mail ou redes sociais, para chegar próximo dessas pessoas.

Pode ser necessária a criação de mais de uma persona

Durante as pesquisas de como fazer estudo de personas. É possível ter encontrado diferentes grupos de interessados nos seus produtos. Por isso, é interessante pensar na criação de mais de mais de uma persona. Dessa forma será possível não limitar tanto as possibilidades.

A criação de diferentes personas vai transformar o desenvolvimento de campanhas em algo mais maleável e fácil de trabalhar. Mas, é preciso dosar e não exagerar no número de opções criadas.

Ferramentas para fazer estudo de personas

1 – SEMrush

O SEMrush é uma ferramenta paga, considerada uma das melhores do mercado para fazer análises de marketing digital. Dessa forma, é possível avaliar dados do seu site, mas também de concorrentes que trabalham com o mesmo tipo de conteúdo e de produto.

É possível avaliar qual é a porcentagem do público que acessa o seu site e o site do concorrente, então é possível definir qual é o rival que mais possui audiência. A plataforma permite uma análise de palavras-chave, possibilitando um estudo completo sobre o tema.

2 – Google Analytics

Essa é uma ferramenta oferecida pelo Google, cheia de vantagens para quem deseja trabalhar no desenvolvido de uma persona. Mas, isso só é possível quando o Google Analytics está conectado no site do seu negócio. Ainda assim, é algo fácil para preparar.

É possível ter acesso a detalhes importantes, como informações demográficas, qual é o aparelho utilizado para a conexão e outros dados. Além disso, cada uma das categorias tem subcategorias.

O desenvolvimento de hipóteses

Após coletar todas as informações, será o momento de desenvolver os detalhes da persona. Pense como a sua empresa pode chamar a atenção dessa persona e o desenvolvimento de histórias é algo que pode ajudar com isso.

Essa persona pode inclusive não conhecer o seu negócio e ter entrado por acaso no seu site. Por isso, é importante considerar também essa parcela no momento de criar a sua persona.

Como descrever uma persona?

Já com todos os detalhes em mãos será o momento de elaborar a persona. Então, será preciso falar sobre os seus gostos, desejos e medos, ou seja, as principais características de sua personalidade.

É interessante se colocar no lugar da persona para avaliar o cenário disponível e pensar nas hipóteses apresentadas. Assim, será possível descobrir quais são os gostos dela e o que ela precisa para viver bem.

Faça uma divisão por grupos

É recomendado que as personas sejam divididas em grupos. Para isso, pode considerar questões como ser um cliente atual ou uma pessoa que não conhece o seu produto. É uma pessoa que está satisfeita com o seu negócio ou a sua reputação está baixa? Pense nisso e divida em grupos.

Nomes fictícios

As personas precisam ter nomes fictícios, ganhando uma característica humanizada. Isso vai ajudar a lidar com os clientes reais, já que cada um deles é único, com seus sentimentos e necessidades. Por fim, caso exista mais de uma persona, pense em nomes diferentes.

Profissão e responsabilidades

Pense em um segmento abrangente, que combine com o maior número de pessoas encontradas na sua pesquisa. Além disso, é interessante trabalhar com as responsabilidades dessa persona na sua empresa.

O que ela está buscando?

Essa é uma das perguntas mais importantes ao descrever uma persona. Dessa forma, será possível definir o que levou ela até o seu site. Por que o seu negócio é interessante para ela? A internet serve para resolver dúvidas e acabar com questionamentos.

Fazer estudo de personas não é algo rápido

Nenhuma empresa chegou ao topo do dia para a noite, e aquelas que disparam rapidamente tendem a cair na mesma velocidade. De fato, é fundamental ter um planejamento por trás, para que o crescimento seja algo real.

Isso também vale no caso das personas, não adianta fazer um trabalho rápido e de qualquer jeito. É melhor pesquisar bem, avaliar as diferentes perguntas e condensar os resultados. Somente assim será possível encontrar o melhor resultado.

Fazer estudo de personas é algo importante e que precisa ser tratado com seriedade, já que está fortemente ligado ao marketing digital. Resultados só serão obtidos com um bom planejamento e com um desenvolvimento perfeito desde o início.

Fazer estudo de personas pode ajudar o meu negócio?

Sim, fazer estudo de personas é algo que pode ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio. Assim, a sua empresa estará preparada para ter uma comunicação dinâmica com os potenciais clientes. Depois disso poderá desenvolver uma estratégia de relacionamento voltada para a jornada de compra.

É uma maneira de entender aqueles que geralmente compram ou se interessam pelos produtos vendidos na sua empresa. Por fim, hoje em dia a concorrência no mercado virtual está cada vez maior, então é interessante buscar soluções para sair na frente deles.

Está buscando por marketing digital? Aqui é o lugar certo!

O marketing digital é algo crescente e que oferece diversas possibilidades para as empresas, principalmente para aquelas que desejam ampliar suas vendas online. Dessa forma, fazer estudo de personas é algo importante, determinando um norte para seguir.

A EngajaTech é especialista neste assunto, contando com um time capacitado para produzir conteúdo voltado às redes sociais e para blogs. Faça o seu negócio chegar mais perto dos verdadeiros consumidores da sua empresa, entre em contato agora mesmo e descubra como aumentar o faturamento!

Veja também: Como funciona o marketing digital? Guia definitivo grátis