Você sabia que o comércio eletrônico faturou R$ 75 bilhões no Brasil em 2019? Esse é um número muito interessante e você pode fazer parte! De fato, as pessoas estão cada dia mais conectadas, seja por um computador, celular ou tablet. Assim, vender online é algo possível e cada vez mais buscado por empreendedores e pessoas anônimas. Não sabe o que vender online? Veja agora. 

O índice registrado em 2019 foi 22,7% maior do que em 2018, conforme dados divulgados pelo relatório NeoTrust. Em 2020 o mundo sofreu a pandemia de Covid-19, fazendo as pessoas adotarem ainda mais as compras pela internet, com o objetivo de não sair de casa.

Se o número de consumidores virtuais é crescente, a concorrência também é feroz. Por isso, é preciso saber como vender pela internet, mas também o que vender online. Dessa forma será possível bater as metas e comemorar um bom lucro no fim do mês, mas antes existe um trabalho árduo que deve ser enfrentado.

O que vender online?

Nem sempre os produtos mais vendidos pela internet são os que movimentam mais dinheiro, até porque podem ter um custo baixo e assim vendem milhões ou milhares de unidades todos os anos. Dessa forma, é possível destacar produtos de higiene pessoal e perfumaria, que sempre aparecem entre os primeiros das listas.

Roupas e outros itens de moda, assim como acessórios, também merecem destaque, com uma boa posição entre os produtos mais vendidos de maneira virtual. Itens voltados para esporte e lazer possuem certo destaque, embora estejam bem abaixo de outros tipos de produtos.

As pessoas estão comprando cada vez mais eletrodomésticos pela internet. Acontece que podem visitar diversos sites, comparar os preços e o valor do frete em cada um deles. Além disso, não é preciso enfrentar um vendedor mala que deseja vender um produto a todo custo.

Como vender pela internet?

Podemos dizer que existem três formas de vender pela internet. Então, o melhor a fazer é estudar bem cada uma delas e identificar qual é a mais vantajosa para o seu negócio.

Você pode montar um e-commerce, que é um site onde os clientes podem conferir os produtos e então decidirem o que comprar. Neste caso, é necessário definir quais serão as formas de pagamento aceitas, entre boleto e cartões de crédito. O empreendedor também é o responsável pelo desenvolvimento da logística.

Uma opção é trabalhar com uma plataforma de vendas, onde é possível criar uma loja virtual. O usuário pode até pensar que é um site exclusivo do seu negócio, mas não é. Assim, dá para personalizar de diferentes maneiras, para deixar o sistema ideal para os produtos comercializados.

A última alternativa é investir no marketing de afiliados. Neste caso, será preciso cadastrar o seus produtos em uma plataforma de afiliados. O problema é que não funciona muito bem para quem é revendedor e sim para quem realmente é produtor. Ou seja, se você trabalha com a venda de shampoo de uma grande marca, essa opção não é viável.

O que vender online?

1. Produtos de beleza 

Se você não sabe o que vender online, pode optar por: Produtos de perfumaria, cosméticos e saúde. estes estão entre os que mais vendem pela internet. Assim, nos últimos anos é uma das categorias que mais tem crescido, inclusive acima do número geral de vendas online. Dessa forma, parece ser um mercado positivo para apostar nos próximos anos no cenário brasileiro.

Essa alta nas vendas pode estar relacionada com a participação de grandes marcas na internet. Não era comum que fabricantes destes produtos vendessem pela internet, mas isso mudou. Inclusive algumas vendem apenas online, reforçando a presença virtual e contribuindo para a elevação no faturamento.

Os itens de perfumaria aparecem entre os mais interessantes para quem deseja dar um presente, então aqueles que não possuem tempo de ir até uma loja especializada podem fazer sem sair de casa. Por fim, é uma categoria que deverá continuar crescendo nos próximos anos.

2. Roupas e acessórios 

O que vender online? Você pode vender online roupas e acessórios, já que essa é uma categoria em crescimento, embora não tanto como a primeira. Algumas pessoas ainda ficam ressabiadas ao comprar roupas pela internet, já que as vezes o tamanho não é o ideal. De fato, não é a mesma coisa do que experimentar na loja, mas a diferença no preço vale a pena.

Quanto mais as pessoas fazem compras pela internet e recebem os produtos nos seus endereços nas datas corretas, mais seguras elas ficam. E quando o produto não serve corretamente, é possível solicitar uma troca sem precisar pagar nada a mais por isso.

Para vender produtos de moda e acessórios pela internet é importante trabalhar com fotos, pelo menos 3 de cada item. Dessa maneira, mostre aos clientes o que eles podem comprar, alguns sites inclusive permitem uma navegação diferenciada pelo produto, mostrando os detalhes com o cursor.

3. Eletrodomésticos 

Essa é uma categoria que todos os anos mostra força nos levantamentos que indicam os lucros obtidos com vendas pela internet. Acontece que as pessoas precisam trocar os eletrodomésticos que possuem em suas casas, eles não duram para sempre.

Fogões, geladeiras e micro-ondas aparecem entre os mais buscados pelos consumidores. No caso dos empreendedores que pretendem investir neste segmento, o preço pode ser alto. Afinal, é importante ter um catálogo variado, para que os consumidores possam escolher bem.

4. Itens para esporte e lazer

Nos últimos anos uma moda muito boa ganhou destaque, as pessoas passaram a praticar corridas e caminhadas como nunca visto antes. Essa é uma forma de lazer e também de cuidar da própria saúde. Além disso, o ciclismo amador foi outro que cresceu e muito recentemente.

Os sites perceberam este incremento nas vendas, já que muitos destes consumidores moram em cidades pequenas e que não possuem lojas especializadas. Por isso, comprar pela internet e sem sair de casa aparece como uma ótima opção.

Em relação ao comerciante que pretende trabalhar com este segmento, é importante que o mix de produtos seja bem variável, com diferentes marcas e modelos disponíveis. Somente assim será possível conquistar um público cativo, que compre uma vez e volte a fazer aquisições no seu site.

O que vender online? Não é preciso focar em produtos caros 

Vender online é algo bem maleável, já que existem inúmeras categorias de produtos que podem ser comercializados. Mas, para ganhar dinheiro você não precisa trabalhar somente com itens caros. Por outro lado, existem alguns produtos vendidos baratinhos pela internet, onde o frete acaba sendo o vilão e prejudicando o negócio.

Ainda assim, investir na venda de balões, copos descartáveis e velas de festas pode ser uma boa ideia, já que sempre tem crianças fazendo aniversário. O mesmo vale para o investimento em bijuterias, daquelas que parecem ser joias verdadeiras, como brincos, anéis e colares.

O mais importante de tudo é mostrar os seus produtos de uma maneira atraente, para que os consumidores sejam motivados a fazer compras. Afinal, quando o empreendedor trabalha com itens de baixo valor é preciso vender muito mais unidades para ter um bom lucro no fim do mês.

Marketing Digital é com a EngajaTech

A internet é um mundo em expansão, proporcionando diversas oportunidades para quem deseja empreender. Esse é um espaço destinado a quem trabalha com info-produtos, mas também para aqueles que possuem itens físicos. Até mesmo os prestadores de serviços podem se dar bem.

Talvez seja interessante investir na contratação de uma agência de marketing digital para melhorar o desempenho virtual da sua empresa. Por isso, saiba que a EngajaTech tem um time completo, desde programadores, designer e redatores, para desenvolver um conteúdo de qualidade.

Vender online exige um bom planejamento, para que o negócio seja sustentável a longo prazo. Assim, ter ao seu lado quem entende do assunto é um dos melhores caminhos a seguir. Entre em contato agora mesmo e seja nosso parceiro nessa jornada!