Aprenda como utilizar as redes sociais para pequenas empresas e atraia mais clientes.

Um dos maiores problemas que pequenas empresas enfrentam nas redes sociais é publicar algo e não saber se aquela publicação atingiu seu público alvo. Muitos pequenos empreendedores ainda não conhecem ferramentas que podem ser de grande auxílio, como por exemplo o Twitter Analytics e os Insights, presentes tanto no Instagram quanto no Facebook. Outra questão que pode ser um problema para as pequenas empresas é saber o que publicar e quando publicar e finalmente, como atrair a atenção do cliente. Exatamente por esses pontos, no artigo de hoje vamos mostrar 6 dicas de marketing para se dar bem nas redes sociais para pequenas empresas. Veja abaixo:

1 – Veja qual rede social é a melhor para seu negócio
Existem diversas redes sociais e isso não significa que sua empresa deve estar em todas. O motivo? Se seu negócio é uma hamburgueria, por exemplo, seus clientes não vão procurar por ela no LinkedIn, mas sim no Facebook, alguns talvez procurem também no Instagram. Por essa razão, escolher com êxito as redes sociais para pequenas empresas é tão importante. Faça uma pesquisa com seus clientes já existentes, pergunte a eles quais redes sociais eles mais usam e parta para elas, pois é bem capaz que a rede que todos eles tem em comum é a melhor rede para encontrar novos clientes interessados no seu negócio. Se você está começando seu negócio agora, observe negócios semelhantes ao seu e veja por onde os clientes deles mais se conectam. Observe também a frequência das postagens e os tipos de conteúdos postados em cada rede, pois isso pode ajudar e muito o seu negócio. Após juntar e analisar todos esses fatores, você pode desenvolver uma ótima tática e escolher a melhor rede social para sua empresa.

2 – Não esqueça de falar com seu público online
Ter um bom relacionamento e dar atenção para seus clientes cara a cara é essencial, porém, nas redes sociais para pequenas empresas isso não é diferente. Muitas pessoas mencionam sua empresa, seja para um feedback positivo ou para um feedback negativo. E é muito importante responder aos dois tipos de menções. Caso você não responda um feedback positivo, a empresa passa a imagem de que não se importa com o que os clientes acham. E caso não responda a um feedback negativo, essa imagem de não se importar se agrava ainda mais. Portanto, é importante estar atento a seus clientes e aquilo que eles falam, principalmente nas redes sociais, onde informações correm rápido e uma simples reclamação não respondida pode virar uma avalanche. Observe a caixa de entrada e responda as mensagens se tiver, se não tiver, dê uma olhada nas marcações da sua empresa. Não deixe de interagir com seu público, responda as perguntas, agradeça, dê a mesma atenção dos clientes cara a cara para os clientes online.

3 – Utilize hashtags
Uma ótima forma de integrar seus clientes offline com seus clientes online é com o uso de hashtags. Para os clientes offline, isso pode começar com a hashtag na sacola do seu negócio, por exemplo. A curiosidade de saber para que aquilo serve com certeza fará seu cliente procurar por sua marca na internet. Devido a curiosidade, seu cliente pode encontrar a página da sua empresa no Facebook ou o perfil no Instagram. E após isso, se aquele cliente gosta da sua empresa, com certeza deixará um feedback positivo e passará a seguir ou curtir sua página. Já para os clientes online, a hashtag pode ser para promoções, para a divulgação de um produto ou qualquer coisa desse gênero. Devido a hashtag, o cliente encontrará a sua empresa, consequentemente irá até sua loja, comprará o produto e após isso, pode publicar uma foto daquele produto com a hashtag da sua empresa, divulgando ainda mais sua marca nas redes sociais para pequenas empresas.

4 – Saiba como engajar seu público
Existem empresas que são mais sérias nas redes sociais, mas existem outras que são mais descontraídas e muitas vezes, passam até mesmo a impressão de que aquela empresa é um amigo que se pode contar. E isso é ótimo. Veja a Netflix, por exemplo, que utiliza memes, piadas e sacadas geniais para engajar seu público. Os clientes da Netflix – e até mesmo não clientes – acabam interagindo com a página, a tornando mais relevante para a rede social, consequentemente, a fazendo alcançar ainda mais gente. Portanto, se você ainda não sabe como utilizar as redes sociais para pequenas empresas, não se desespere. Não tenha medo de inovar, faça testes com vídeos, tire fotos de seus produtos, faça um meme com seu produto, qualquer coisa que atraia atenção gera engajamento. E clientes engajados dificilmente trocam sua marca por outra.

5 – Deixe a criação de conteúdo mais simples
Criar conteúdo é algo que demanda tempo, mas se você utiliza as ferramentas corretas, não é preciso tanto tempo assim. Hoje em dia, os celulares oferecem diversos recursos que antigamente não eram possíveis. Quer um exemplo? Você pode tirar uma foto de seu produto, inserir um filtro pelo VSCO e postar em uma das redes sociais para pequenas empresas que você escolheu. Antigamente, essa foto deveria ser tirada por uma câmera profissional, já que a qualidade das câmeras dos celulares não era muito boa e editada por algum software no PC, levando mais tempo. Portanto, se você tem essas ferramentas a mão, não deixe de usá-las para facilitar seu dia a dia. Além disso, também é possível programar as publicações nas redes sociais para pequenas empresas, assim você ganha tempo e pode se focar em outros pontos de seu negócio.

6 – Não esqueça de medir os resultados
Medir os resultados é de extrema importância para saber se a sua empresa está indo na direção certa. No Facebook, existem a reação Grr, que normalmente as pessoas utilizam quando não gostaram daquele post, praticamente como se fosse um dislike. No Instagram, as pessoas normalmente visualizam a publicação e não dão like, algo que pode ser visto através da função Impressões, habilitada para contas comerciais. A porcentagem de todos esses feedbacks pode ser vista nas próprias redes sociais para pequenas empresas, no Facebook e Instagram através dos Insights e no Youtube através da contabilização de dislikes. Os Insights do Facebook e do Instagram são muito poderosos, pois podem ajudar a mostrar para você qual a idade média das pessoas que interagem com sua empresa, qual o sexo, de que região, entre muitos outros. Esses dados são de extrema importância para uma boa campanha de marketing e principalmente, para atingir de forma certeira ainda mais clientes.